EXAMES ESPECIAIS

A cada dia, novos exames e novas técnicas de alta sensibilidade vao sendo acrescentados aos recursos auxiliares do diagnóstico clínico do médico e muitas vezes do desconhecimento deste. O Laboratório Saretta disponibiliza sempre as mais avançadas tecnoligias tanto para exames comuns como para exames mais especializados, como aqueles voltados a pesquisa através da genética humana.

Abaixo estão relacionados alguns exames especiais, suas indicações e importância. Saiba mais entrando em contato diretamente com o Laboratório Saretta.

Saiba o sexo do seu bebe - Sexagem Fetal

O sexo do feto pode ser conhecido durante a gestação através de técnicas moleculares de última geração que permitem determinar com segurança o sexo do feto a partir da 10a semana de gestação.
Sexagem Fetal, como assim é chamado o exame que com uma amostra de sangue da mãe é possível determinar precocemente o sexo do bebe já está disponível a um custo atrativo.
Para ser realizado a sexagem fetal só necessita que a mãe esteja no mínimo na 10a semana de gestação. Sendo que o exame de ultrassonografia só é possível identificar o sexo do bebê aproximadamente á partir da 20a semana.
Este exame é seguro e rápido, pois tem 99,9999% de acerto e o resultado é emitido em aproximadamente 5 dias úteis.

A verdade é o maior gesto de amor - Teste de Paternidade

O Teste de Paternidade ou simplesmente Teste de DNA trata da investigaçãe de um possível vinculo genético entre indivíduos. Tem este nome, pois ganhou notoriedade sendo aplicado principalmente para comprovar se um homem é realmente o pai de um determinado indivíduo em casos de suspeita desta paternidade. Pode também ser realizado para comprovar maternidade como em casos de possíveis trocas de bebes. . Um exame rápido, seguro e sigiloso; . Máxima confiabilidade no resultado: 99,9999% de acerto;

. Resultado emitido em aproximadamente 12 dias úteis;
. Coleta podendo ser realizada em data, hora e local especiais mediante agendamento;
. Os testes de paternidades estao disponíveis nos mais variados tipos, podendo ser realizados entre possível pai, mae e filho (a) denominado padrao; sem a presença da mãe; com possíveis avós; com possível pai falecido e somente entre irmãos; Consulte no laboratório qual o tipo se adapta a sua necessidade;
. Os testes de paternidades geralmente sao realizados através de amostras de sangue, raspagem de células bucais e saliva.
. Os testes de paternidade realizados nas novelas em fios de cabelos extraídos aleatoriamente, não estão disponíveis no mercado de maneira comercial. São utilizados apenas em pericias criminais;
. Todo o teste de paternidade somente é válido se realizado cumprindo as normas de identificação de amostras.

Por isso é muito importante que seja realizado em Laboratório confiável e que seus profissionais de coleta possuam treinamento especial para coleta e identificação de amostras biológicas destinadas a testes de paternidade.
Além dos Testes de Paternidade convencionais com a coleta de material biológico entre os envolvidos, agora é possível realizar o teste de paternidade fetal, ou seja, antes do nascimento do bebê, este exame denominado Teste de Paternidade não evasivo.
Não evasivo porque anteriormente conhecia-se um teste de paternidade que era realizado com punção do líquido amniótico, este procedimento contrariava os médicos, pois oferecia grande risco ao feto no momento da punção do liquido amniótico.
Agora estamos falando de um teste de paternidade moderno, onde com uma simples amostra de sangue da mãe gestante e do possível pai já é possível determinar a paternidade do feto antes do nascimento, com apenas 10 semanas de gestação e o resultado emitido em 25 dias úteis.

Intolerância Alimentar - Intolerância a Lactose e Intolerância a Glúten ou Doença Celíaca

Todos muito diferentes, mas que causam grandes problemas e questionamentos nas pessoas e classe médica.

1. Intolerância Alimentar- o teste identifica alimentos que levam a produção de anticorpos IgG, que poderão estar na origem de diversas doenças.
O estudo de intolerância alimentar é uma prova laboratorial que permite medir os níveis de imunoglobulina G, especifica frente até 200 alimentos diferentes;

2. Intolerância a Lactose - a lactose é um açúcar presente no leite e seus derivados. A absorção da lactose requer sua clivagem pela enzima lactase na mucosa intestinal. Na maioria dos indivíduos esta enzima encontra-se em quantidade suficiente no organismo. A diminuição na produção de lactase é conhecida como hipolactasia e acarreta sintomas de desordem abdominais tais como a diarréia, flatulencia, distensão e dor abdominal.

Como exames disponíveis, destacamos exames comuns como Teste Oral de Tolerância a Lactose, o exame de Alfa Lactoalbumina, Beta Lactoglobulina e Caseina e também o Teste Genético de Intolerância a Lactose;

3. Intolerância a Glúten e Doença Celíaca - é uma desordem de natureza autoimune que ocorre em indivíduos geneticamente suscetíveis, sendo desencadeada pela exposiçao ao glúten. O glúten é uma mistura de proteínas existentes em cereais como o trigo, centeio, cevada e aveia, e o seu consumo pode ocasionar toxicidade nos celíacos.

A doença caracteriza-se por uma inflamaçao crônica, resultando em atrofia progressiva da mucosa do intestino delgado, levando assim a má-absorção e incapacidade de aproveitamento adequado dos alimentos.
O diagnóstico pode ser feito por critérios clínicos, histológicos (biopsia intestinal, sorológicos e moleculares). O diagnóstico sorológico da doença celíaca baseia-se na detecçao de auto-anticorpos, sendo mais comumente empregados os testes anti-gliadina IgA, IgG e IgM, anti-endomisio IgA e IgG e anti-transglutaminase tecidual IgA e IgG e imunoglobulina A.

Conforme estudos científicos existem melhora notável dos sintomas em uma alta percentagem de pessoas quando há retirada de alimentos que apresentam positividade nos exames de sangue.
São estes os sintomas mais comuns por intolerância alimentar sendo ela ao leite, glúten ou alimentos em geral:

. Articulares: dor e rigidez;
. Respiratórias: tosse, bronquite e asma;
. Digestivos: acidez, úlceras e aftas na boca, gastrite, colite, prisao de ventre, diarréia, náuseas e distensão abdominal;
. Gerais: enxaqueca, fadiga, depressão e retenção de líquidos.
. Na doença Celíaca que é a forma mais grave de intolerância a Glúten os sintomas incluem emagrecimento, falta de apetite e retardo no crescimento no caso de crianças. Mas a doença também pode ser assintomática.

Vitaminas

As vitaminas são obtidas por meio da alimentação. O organismo produz apenas as vitaminas A e K. Portanto, o consumo variado de alimentos é fundamental para prevenir carencias nutricionais que podem trazer a prejuízos sérios a saúde.

Vitaminas sao micronutrientes importantes no processo de carboidratos, lipídios e proteínas.
Embora sejam substâncias essenciais ao organismo, a maioria das pessoas nao consegue produzi-las em quantidade suficiente ou nao as produz. Por isso, a ingestão de alimentos que as contenham é necessária.
As vitaminas sao classificadas conforme substâncias que as dissolvem.

Sao lipossolúveis (solúveis em gorduras), as vitaminas A, D e K, armazenadas no fígado, e a vitamina E, distribuída para todos os tecidos de gordura no corpo. As substâncias lipossolúveis não são facilmente excretadas pelo organismo e tendem a se acumular provocando intoxicação se ingeridas em excesso.

Outro grupo é o das hidrossolúveis (solúveis em água), como as vitaminas C e as do complexo B (1, 2, 3, 5, 6, 8 e 9), que permanecem no corpo por um pequeno período antes de serem excretadas pelos rins e, por essa razão, devem ser ingeridas diariamente.
A B12 também é hidrossolúvel, mas permanecendo armazenada no fígado.



A Vitamina D é fundamental para o sistema de absorção do cálcio no corpo humano. A formação óssea e dos dentes, principalmente, está ligada aos níveis de vitamina D. Além disso, ela participa da função de diversos outros sistemas metabólicos. A maior fonte de vitamina D vem de reações químicas iniciadas pela exposição a luz solar (cerca de 80% a 90% da quantidade necessária). Aproximadamente 10 a 20 minutos diários de exposição ao sol (até as 10h e após as 14h) são suficientes para a manutenção dos níveis ideais de vitamina D no corpo humano. Pessoas que moram em locais onde o frio é intenso, com poucos meses do ano de elevadas temperaturas estão apresentando altos índices de deficiência de vitamina D.
                                A organização Mundial de Saúde reconhece a deficiência de vitamina D e a sua relação com diversas patologias como: diversos cânceres, osteoporose, Alzheimer e Parkinson e alerta para a necessidade de ações no âmbito da saúde pública para mudança desse cenário.

Toxicológicos

Estão disponíveis os mais variados tipos de exames toxicológicos no mercado laboratorial. Além dos mais conhecidos como os para drogas ilícitas como maconha, cocaína, anfetaminas e barbitúricos estão disponíveis também exames para intoxicação com os mais variados agentes químicos, tal como os usados em lavouras, veterinários, combustíveis, oficinas, indústrias químicas etc...

Estes geralmente solicitados na medicina ocupacional, por obrigatoriedade muitas vezes do Ministério do Trabalho, pois a indústria brasileira, assim como o número de trabalhadores, está em franco crescimento, Com mais pessoas trabalhando as chances de contato com agentes tóxicos em diferentes ambientes são maiores, podendo resultar no desenvolvimento de diversas doenças, entre elas o câncer.

Os toxicológicos para drogas ilícitas geralmente são realizados a pedido de pais,  que suspeitam de que seus filhos sejam usuários, podendo ser realizados imediatamente a suspeita do uso, com até 72 horas após, através de uma amostra de urina ou com larga janela de detecção como assim é denominado. Este geralmente é utilizado em concursos públicos, pois detecta se a pessoa fez uso de alguma droga por um período de 180 dias, pois o material para realização deste exame é através do pêlo ou cabelo, pois neste material a droga fica depositada conforme crescimento por um período prolongado.
                               Os toxicológicos com larga janela de detecção para motoristas com CNH das categorias C, D ou E à partir de 02 de março de 2016 já está sendo obrigatório para emissão e renovação da CNH e também para empresas contratantes de motoristas CLT: A lei 13.103 institui a obrigatoriedade de exames toxicológicos de larga janela para admissão e desligamento destes profissionais.

Doenças Sexualmente Transmissíveis – DSTs

As Doenças Sexualmente Transmissíveis ou DST são um grave problema de saúde pública em todo o mundo. Geralmente as manifestações clínicas são feridas, corrimentos, bolhas ou verrugas, principalmente na região genital, mas em muitos casos não há qualquer manifestação clínica evidente até que a doença já esteja em estágios avançados.

Algumas das mais conhecidas são: gonorréia, sífilis, tricomoníase, HPV, HIV e Chlamydia. Estes três últimos considerados de bastante gravidade, pois é sabido que o HPV é responsável pelos principais cânceres de colo de útero, o HIV é uma doença grave que ataca o sistema imunológico, atualmente é incurável e a Chlamydia é associada à causa de infertilidade, cegueira, doenças neurológicas etc...;
A transmissão da DST se dá principalmente por contato sexual (oral, vaginal e anal) sem o uso de preservativo (camisinha) com uma pessoa que esteja infectada. Também pode ser transmitida da mãe para o bebê durante a gestação ou no parto normal, através do compartilhamento de seringa e agulhas ou transfusão de sangue contaminado (atualmente menos comum).

O diagnóstico precoce destas infecções pode ajudar a diminuir a morbidade e mortalidade além de identificar as infecções latentes (ausência de sintomas), responsável pelo avanço silencioso destas doenças. Estão disponíveis no mercado laboratorial além dos exames sorológicos comuns para estas doenças, metodologias mais avançadas como testes moleculares, estes mais precisos e de identificação precoce destas infecções.

Exames Veterinários

A contribuição do laboratório ao diagnóstico clinico veterinário é imensa atualmente, desde a hematologia, a bioquímica, imunologia, microbiologia, hormônios e até biologia molecular (genética animal). A cada dia surgem exames especializados que auxiliam o veterinário na prevenção e diagnostico de doenças em animais. Esse suporte diagnostico é importante no auxilio do veterinário que aos poucos esta abolindo cirurgias exploratórias, oferece maior detalhes sobre vida ao animal e ainda exerce papel importante no diagnostico de doenças a pouco desconhecidas, que muitas vezes levava ao óbito precoce do animal ou risco de transmissão a outros ou até mesmo ao homem acarretando um problema de saúde pública.

O médico veterinário deve ter em mente que os exames complementares devem ser cada vez mais solicitados, sem descuidar-se de um cuidadoso exame clinico do paciente e a formulação clara das suas decisões, indicações e suas limitações, em cada caso particular. A partir daí, o diagnóstico laboratorial pode exercer seu papel com excelência, agindo como parceiro do médico veterinário clínico na solução dos diferentes casos que surgem na prática diária da profissão.

Teste do Pezinho

O Teste do Pezinho como assim é conhecido o exame de triagem neonatal realizado com uma amostra de sangue do bebe é um exame laboratorial simples que tem o objetivo de detectar precocemente doenças metabólicas, genéticas e infecciosas, que poderão causar lesões irreversíveis no bebê.

Por ser realizado antigamente através da análise de amostras de sangue coletadas do calcanhar do recém-nascido, o exame ficou popularmente conhecido como Teste do Pézinho. Sendo hoje raramente coletado dessa parte do corpo, ou seja, como o sangue é o mesmo em todo o corpo, os coletadores dão preferência coletar o material biológico do dorso do braço devido a ser uma área recomendada para esta prática por ser indolor, de coleta mais rápida e pela obtenção de um volume maior de sangue, diferentemente da picada do calcanhar, que muitas vezes para obtenção do volume ideal se faz necessária mais de uma picada no local da coleta.

E importante que os pais tenham em mente qual tipo de teste pezinho realizar, pois o disponível gratuitamente na rede publica é restrito, ou seja, são pesquisadas pouco mais de 5 doenças o que diferencia-se do teste realizado na rede particular, no entanto a um preço acessível comparado ao número variado de doenças pesquisadas que variam entre 20 a 60 doenças detectadas, dependendo do tipo de teste solicitado. E ainda é importante salientar que a maioria dos convênios cobre o Teste do Pezinho mais especializado.

O que acontece é que muitas vezes as pessoas são induzidas a realizar o teste do pezinho gratuito sem muitas vezes ter a opção de escolher por falta de informações da diferença de cada um, o que muitas vezes tendo ciência desta diferença poderiam optar pela realização de um exame mais completo.

Então vale salientar que existem no mercado vários tipos de testes do pezinho, que vai desde o gratuito na rede publica que detecta aproximadamente 5 doenças, o intermediário que detecta aproximadamente 35 doenças até o mais completo que detecta em torno de 60 doenças.


A maioria das doenças pesquisadas pode ser tratada com sucesso desde que identificadas antes mesmo de manifestar seus sintomas claramente, para pais e médicos. Neste sentido, todos os recém-nascidos devem ser submetidos ao teste, a partir do 3° dia de vida e após este, o mais breve possível, mesmo que não apresentem nenhum sintoma clinico anormal.

Água e Alimentos

Além de exames especiais de materiais biológicos já descritos acima, os Laboratórios hoje em dia, cada vez mais estão realizando exames importantes à saúde das pessoas, principalmente quando falamos da qualidade do que comemos ou bebemos, ou seja, os laboratórios estão realizando exames que identificam a qualidade da água e dos alimentos, visto que saúde das pessoas está diretamente ligado diretamente a qualidade alimentar.

O principal exame realizado para determinar a qualidade da água e alimentos é o microbiológico, pois este exame determina a quantidade de bactérias patogenas, ou seja, se o alimento é consumível ou não. Este exame comum e com uma porção pequena do alimento já é possível ser realizado.  Saiba mais informações diretamente do Laboratório.